Notícias

Segunda-Feira, 11 de Junho de 2012

> Edital sai até o próximo dia 15. Vencimentos chegam a R$7.261

 

Mais um passo foi dado rumo à abertura do concurso para a área de apoio do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ): a Assessoria de Impresa do órgão confirmou que o Cespe/UnB já foi oficializado como organizador do concurso. A assinatura do contrato era um dos últimos detalhes que faltavam para a divulgação do edital do concurso. Segundo a Assessoria de Imprensa do Cespe/UnB, a previsão é de que o edital seja divulgado até o próximo dia 15. É aguardada para os próximos dias a divulgação da oferta de vagas e das especialidades que serão oferecidas na seleção para técnico (nível médio) e analista (superior) judiciários.

A expectativa é de que sejam contempladas as mesmas especialidades do último concurso, realizado em 2006. Na época, para técnico judiciário, as oportunidades foram para as áreas administrativa, serviços gerais (segurança judiciária e transporte) e apoio especializado (higiene dental e programação de sistemas). Para todas, a exigência foi o nível médio. Já para analista, as vagas foram para as áreas administrativa, judiciária e apoio especializado (Arquitetura, Biblioteconomia, Análise de Sistemas, Cínica Médica, Psicologia e Engenharia Civil). A primeira especialidade exigia curso superior em qualquer área. Já a segunda, graduação em Direito. Para as demais, formação específica na área.

Para técnicos judiciários, o valor atual é de R$4.303,09. Já para analistas, de R$7.261,52. Já estão incluídos nas remunerações a Gratificação de Atividade Judiciária (GAJ) e o auxílio-alimentação de R$710. Os servidores têm direito a, ainda, auxílio pré-escolar de R$561 (por dependente menor de seis anos) e reembolso de até R$120 (mensais, por dependente) com gastos do plano de saúde. O auxílio-transporte varia conforme a necessidade de deslocamento de cada um. O TRE-RJ é um órgão que costuma convocar bastantes aprovados em seus concursos. Na última seleção, realizada pelo tribunal em 2006, o edital trazia 435 vagas, inicialmente. No entanto, foram efetuadas 594 convocações, sendo 342 técnicos judiciários e 252 analistas judiciários, em diferentes especialidades.
 
Técnico judiciário - Segundo especialistas na área, os interessados no concurso devem tomar como base o programa do último concurso, também organizado pelo Cespe/UnB, tomando cuidado com eventuais atualizações de leis. Em 2006, os candidatos às vagas de técnico judiciário foram avaliados por meio de provas objetivas, com 80 questões. As 30 perguntas de Conhecimentos Básicos foram distribuídas entre Língua Portuguesa, Noções de Informática e Noções de Arquivologia.

O restante, que era de Conhecimentos Específicos, versou sobre Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Eleitoral, Noções de Direito Administrativo, Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais. Os aprovados no cargo de técnico judiciário com especialidade em segurança judiciária foram convocados a participar de um teste de capacidade física.
 
Fonte: http://www.folhadirigida.com.br

 

Voltar